terça-feira, 9 de agosto de 2016

Shu Ecstasy- Prólogo


Edgar: Escuta e solta o gatilho se se sentir seguro.
Shuu: Assim?
[Carregando a arma]
Edgar: Sim, mas tem cuidado. Se puxar o gatilho vai atirar.
Shuu: No-ssa.
Edgar: Hehe, não fique tão nervoso. Uma vez que souber como usa-la, nos vamos caçar coelhos.
Shuu: Coelhos?! Uau, quero atirar, quero atirar!
Shuu: Se eu pegar um coelho, quero comer sua carne fresca pingando sangue.
Edgar: Sim, mas eu prefiro ele assado. Então se nos pegarmos algum, vamos fazer uma festa!
Shuu: Sim!
Reiji: ...
Reije: Em pensar que esta brincando com um humano... Figindo ser um plebeu.
Reiji: Eu nunca permitirei... que Shuu suceda o Pai.
[Passos]

[Bosque]
[Passos]
Shuu: Ah, Isso foi divertido!, Ei Edgar, vamos brincar juntos de novo!
Edgar: Sim, com certeza! Ja que somos amigos, venha quando você quiser!
Shuu: Sim!
Edgar: Dá próxima vez será.... Caçar um coelho do outro lado do lago....Ah!
Shuu: O que foi, Edgar?
Edgar: Olhe ali! ... Isso é...!
Shuu: Eh... O que é isso? O céu está alaranjado...
Edgar: Fogo! E alem disso... e na direção da minha aldeia!
Shuu: Eh?!
[ A aldeia]
Shuu: então tua família...
Edgar: Estão todos lá... Vou voltar para a aldeia!
Shuu: Espera! É perigoso voltar agora! Você vai ficar cercado pelo fogo!!
Edgar: O que disse! Como vou ficar aqui sem fazer nada!? Eu vou!
Shuu: Edgar, Espera..!
[ Sons de passos de alguém correndo]

Shuu: Uau... O fogo é impressionante! E como se minha bochechas estivessem ardendo...!
Edgar: Isso... Toda a aldeia está cercada por chamas...! Papai! Mamãe!
Shuu: Não podes, Edgar, Não podes ir!!
Edgar: Shuu, você deve voltar para sua casa. Definitivamente não me sigas!
Shuu: Espera, não! Você vai morrer!!
Shuu: Eu disse que está tudo bem... até mais ... Nos iremos brincar outra vez no bosque!
Shuu: Edgar!!!
Shuu: Por que... ele foi...!?
Shuu: É um humano... se o fogo te alcansar, imediatamente vai morrer!
Shuu: Edgar... Volta... Volta...
[Crack]
Reiji: Uaaau, as chamas são incríveis...
Shuu: Reije...? Por que você esta aqui...?
Reiji: Isso não é da sua conta, é?
Reiji: Alem disso, seu amigo é bastante burro para entrar dentro de um fogo desse jeito.
Shuu: Eh...? você está insultando Edgar?
Reiji: Não, quem eu desprezo é você... Shuu.
Shuu: Eh ...
Reiji: Não é adequado como um herdeiro do Pai.
Reiji: Você não sabe fazer nada, e gasta seu tempo vivendo no castelo de forma comoda como uma flor.
Reiji: Ah... Entretanto te incomoda ser chamado de flor, não é?
Shuu: O que?
Reiji: Ah, se continuo em um lugar como esse vou sentir um cheiro ruim de cabelo.
Reiji: Vou voltar ao castelo, os cuidadores estavam te procurando para te levar de volta.
Reiji: Heh... este... Inultil..
Shuu: ... Sou um... Inultil...?
[ Barulho de chamas]
Shuu: Aah... Não as chamas ja não ... param ...
Shuu: Eu... realmente sou um inultil...? Ei... Edgar...

[Presente/ varanda/sacada]
Yui: Shuu-san? ... Ah, aquie ele está.
Yui: Shuu-san
Shuu: ...Ah. Este sonho outra vez.
Yui: Shuu-san, deixa de fazer nada, por favor. Daqui a pouco nos vamos começar a nos prepararmos para ir para a escola.
Shuu: ... ... Que incomodo.
Yui: Não é um incomodo. Você deve ir a escola.
Shuu: Não , não é isso.
Yui: Eh?
Shuu? Não me chame de Shuu-san. É problemático escutar -san.
Yui: Eh... Até isso é incomodo?
Shuu: Sim.
Yui: Então como eu deveria te chamar?
Shuu: Shuu, está bom. E você perguntado isso é incomodo, também.
Yui: Então... Shuu, Eu vou falar assim está bom? [ até aqui era sempre Shuu-san, apesar de nem sempre escrever o San]
Shuu: Não me importo. ... Ele me chamava assim desde do inicio.
Yui: Ele?
Shuu: ... Edgar.
Yui: ( Edgar ... Ele ja havia dito esse nome outra vez, mas meio adormecido)
Yui: Este, Edgar é...? Um amigo de Shuu-sa... De Shuu?
Shuu: ... Ja faz muito tempo.
Yui? Então... você também tinha amigos. Aonde ele esta agora?
Shuu: ... Morreu.
Yui: Eh...
Shuu: ...
Yui: Ah, eu , eu sinto muito. Não sabia.
Shuu: Foi.. meu primeiro e último amigo.
Yui: Seu primeiro e último...
Yui: ( Claro... ele não me considera sua amiga...)
Shuu: Por que fez essa cara?
Yui: Ah... Nada... Eu estava pensando que... eu não poderia me tornar sua amiga.
Shuu: Heh, você uma amiga? Que pretensiosa.
Yui: Eu sinto muito.
Yui: ( Mas)
Yui: Mas em estar conversando desse jeito com você. sinto como se tivéssemos ficado mais perto...
Yui: E Isso me faz um pouco feliz.
Shuu: ... Você quer ficar mais perto de mim?
Yui: Isso...
Shuu: Heh, parece que você não se rende. E isso foi porque eu te avisei que ficasse longe de mim.
Yui: ... eh...
Shuu: Nesse ponto, ja não posso te garantir mais nada. De algum jeito você ...
Yui: Eu...
Shuu: Heh. Se quer ficar mais perto de mim, se prepara... Porque não pode mais voltar atras.
Yui: ( Não posso voltar? Não, não é isso... Eu ... por vontade própria...)
Yui: (Não voltaria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário