segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Shu Maniac Epilogo

Shu Epilogo Maniac


[Varanda]
Shuu: .. ... ... ...
Shuu: Edgar ... ...
Yui: Ah! Shuu você estava aqui.
Shuu: ... ... Cale-se logo e diga [ou vá], o que é que você quer?
Yui: Aconteceu algo terrível. Aparentemente alguém comeu o bolo de Kanato que estava na geladeira.
Yui: Kanato não pará de gritar como um estérico e Ayato se aproveitou da situação para começar a brigar com Subaru... Vamos lá... Um desastre ainda maior está vindo...
Yui: Vim te buscar para ver se pode fazer alguma coisa e tranquilizar todos um pouco.
Shuu: E por que eu tenho que ir? Deixe que eles fazerem o que quiserem, se eles querem brigar e gritar uns com os outros, é problema deles não meu.
Yui: Mas você não é o irmão mais velho deles? Alem disso, assim poderíamos saber se você consegue cuidar da mansão, se coisa pior acontecer.
Shuu: Por isso? Deixe-os em paz, se eles querem ser gananciosos que sejam, eu não me importo.
Shuu: Ei, Não se supõe que a "ganancia" não é um daqueles pecados Capitais, que aquele tal Deus falou alguma vez de acordo com aqueles rolos?
Yui: Isso mesmo. A "ganância" é um dos sete pecados capitais.
Yui: Orgulho, gula, ganancia, ira, inveja, preguiça, luxuria e por ultimo... [1]
Yui: Esses desejos são perigosos de mais para os seres humanos.
Shuu: Então isso quer dizer, que agora eu estou tendo o pecado da preguiça?
Yui: Bem, sim, pode ser.
Yui: (Pelo menos é consciente disso)
Shuu: Então o seu seria o da Luxuria?
Yui: Eh!? Porque disse isso...!
Yui: (Embora... depois daqueles momentos que passei com Shuu, eu acho que se pode dizer isso.... Mas mesmo assim, eu ainda peço ajuda de Deus para lidar com tudo isso...)
Shuu: Hehehe.... O que você está imaginando nessa sua cabeça?
Yui: Na-Não estou pensando em nada!
Criança: Ei senhor! Poderia me devolver a bola?
Shuu: ... ... ... ...
Yui: Shuu
Yui: ( Huh? Será que tem a intenção de devolver a bola a esse menino?)
Shuu: *Suspiro*
Shuu: Vamos Yui.
Yui: Eh? Mas e a bola...
Shuu: ... ... Esqueça. Vamos
Yui: Ah! Ei! Shuu espera!

[ Passagem de cena,mas volta ao mesmo local]

Shuu: ... ... ... ...
Yui: ... ... Este Shuu
Shuu: .... O que foi?
Yui: A Um tempo atras... Quando essa criança te pediu para devolver a bola... você estava com duvida, não é?
Shuu: O que você quer dizer?
Yui: Que talvez você estava pensando em devolve-la?
Shuu: Não, não estava pensando nisso. Além disso se envolver comigo nunca traz nada de bom.
Shuu: Essa criança deveria estar agradecida que eu não lhe devolvi a bola.
Yui: Por que diz isso?
Shuu: ... ... Também serve para você, não deveria se envolver mais comigo.
Shuu: Sempre acontecem coisas ruins, para aqueles que ficam ao meu lado. Eu pensei que tudo seria bom. Pensei que íamos ser amigos para sempre, mas... No final aconteceu aquilo...
Yui: ... ... Shuu?
Yui: ( O que será que aconteceu? E... A quem ele se refere?)
Shuu: Eh! Não é nada. De todos os jeitos, se não quer que a sua vida seja uma miséria, não deveria ter nada mais a ver comigo.
Yui: Ei o que você está falando? Ja é tarde de mais para que faça algo assim, você entende?
Shuu: O que disse?
Yui: Para começar, eu não gosto de tirar proveito de pessoas que não tem nenhum interesse na vida, como você. No inicio eu pensava de outro jeito, mas não, eu não sou assim.
Shuu: Bem se você está tentando me deixar curioso, você esta conseguindo. Eh? O que aconteceu com a suposta "estratégia" que tinha em mãos?
Yui: ... ... Eu não sei
Shuu: ... Não sabe?
Yui: Honestamente, tudo isso é muito estranho para mim, mas por alguma razão que não entendo, não posso ficar longe de você...
Yui: Eu sinto que não posso te deixar só, que se eu o deixar sozinho tenho a sensação de que você vai sofrer.
Yui: Esses são meus motivos...
Shuu: Quê? Esses são os seus motivos? Parece que está me tratando como uma criança.
Yui: Não estou te tratando como uma criança. Simplesmente essas são as coisas que eu entendo, mas estar com você é ao mesmo tempo bom e estranho. É tudo estranho para mim.
Shuu: Eeeh... Você me conhece um pouco, saiba que vou deixar a mansão Sakamaki para você cuidar.
Yui: Quê? Isso não me importa...
Shuu: Se o que você deseja é ter essa família a sua mercê, talvez você devesse colocar seus olhos em um irmão mais novo, ao inves de mim.
Shuu: Eu tenho certeza que certa pessoa ficaria feliz em te aceitar como é agora. Você sabe de quem estou falando?
Shuu: Bem, embora que... Se descobrem que você foi usada por mim, com certeza você seria rejeitada na mesma hora.
Yui: Esta se referindo a... Reije?
Shuu: Não, Talvez. Você poderia tentar com ele, em vez de mim. Você devia tentar um dia e ver o que acontece.
Yui: Eu me nego totalmente. Eu não tenho o menor interesse em estar com alguém que não seja você, que isso fique bem claro para você, Shuu.
Shuu: Realmente? Bem a verdade e que bastante complicado saber o que você está pensando.
Yui: Verdade? Isso é bom, mas todo o tempo que passo com você, a cada dia eu aprendo mais e mais sobre você.
Shuu: Não assuma tanto. Não sabe nada sobre mim.
Yui: Bem então eu vou aprender tudo sobre você a partir de agora. Estou desejando que esse momento chegue.
Shuu: Você é uma garota muito estranha. Escuta, vou te dá um conselho, não venha chorar depois, não me responsabilizo pelo o que aconteça a você.
Yui: Não se preocupe, que eu não vou chorar por nada.
Shuu: ... ... Veremos
Shuu: *Beijo*
Shuu: Mm
Yui: *Beijo*
Yui: ( Tão estranho... este beijo tão gentil?)
Shuu: Vamos Cabeça Oca
Yui: ... ... ei... espera... este gosto é ... Geleia?!

[Obs: aparentemente Shuu foi quem comeu o bolo]
Yui: Não pode ser... Quem de verdade comeu o bolo foi... Foi você, Shuu?
Shuu: Bem, Não tinha nome de ninguém escrito, mas eu percebi que poderia ser de Kanato.
Yui: Então que criou todo esse problema... É tudo culpa sua, Shuu!
Yui: Quando chegarmos em casa, você ira se desculpar com Kanato, entendeu?
Shuu: Como se eu fosse fazer isso. Deixe a "gula" e a "Ira" sigam seu curso como elas quiserem.
Yui: Não há nenhum motivo para que eles estejam brigando por algo tão bobo assim.
Yui: De qualquer jeito, se você for agora para a mansão, Kanato descobrirá que foi você e não vai hesitar em tentar te matar.
Shuu: Bem... então vou jogar com você, por quanto tempo for possivel, longe da mansão, problema resolvido.
Shuu: Não precisa se preocupar. Vou rasgar completamente esta roupa que esta usando, seja no telhado, ou fora da mansão, assim talvez, vai sentir muito frio.
Yui: Ja!! Você ja está desse jeito...?
Shuu: Você não quer?
Yui: ... bem...
Shuu: Hehe... Sem duvida, você é realmente interessante. Enfim vamos sair daqui.
Yui: ... Sim, vamos.
Yui: ( Não sei realmente o que vai acontecer se eu o seguir, mas...)
Yui: ( Quero estar com Shuu, foi o que eu decidi,  por minha própria vontade)
Yui: ( Embora...)
Yui: ( O que acontecerá daqui pra frente?)

Nenhum comentário:

Postar um comentário