terça-feira, 30 de agosto de 2016

Shuu Ecstasy 5


[No jardim]
Yui: Ui... Que frio...
(Já que o hoje o vento esta forte, faz muito frio)
[Passos]
Shuu:...
Yui: Ah, Você esta ai.
Realmente... Esta relaxando aqui, mesmo que aqui faça tanto frio.
Ei, shuu.
Shuu: .... Que barulhenta. Aonde eu relaxo e problema meu, não?
Yui: Sim, sim. Você vai matar aula de novo?
Shuu: Isso também é problema meu. Você venho aqui de proposito me incomodar no meu momento de tranquilidade? Como sempre tem muito tempo livre.
Yui: Na verdade eu não tenho tempo livre. Eu também tenho aula.
Shuu: Ehh, então você quer que eu agradeça seu trabalho duro?
Yui: Não quero que me agradeça. Se você fizesse isso iria me surpreender muito.
Shuu: Ah, entendo. Então pensou que se viesse por mim, eu iria obedecer e ir a aula?
Yui:... Atualmente ele deixou de achar isso. Bem, ao contrario pensei que se eu viesse te buscar, aconteceria algum milagre.
Shuu: Eh, Si ja sabia, por que se incomodou? Realmente os humanos são complicados de entender.
Yui: Isso...
(Por algum motivo quando olho Shuu no rosto... o que acabei de dizer, soa como uma mentira)
( Nosso relacionamento não é... de namorados... Como eu poderia chama-la?)
Shuu: Ei, Por que esta perdida em seus pensamentos, se congelou?
Yui: Não é isso.
[Vento]
Yui: Uau.... Nossa faz frio... mesmo que eu não tenha morrido congelada, vou ficar resfriada.
Shuu: Hum...
Yui: o que foi Shuu?
Shuu: Se sente... aqui.
Yui: Sentar... tenho que ir para a aula... Só um pouco, tudo bem?
Shuu: Isso. Me obedeça.
[Segura/agarra]
Yui: O que está fazendo? Pare Shuu?
Shuu: ... Não quero.

1. Aqui faz frio, não é?
2. O que é que você vai fazer? [certa]

Yui: O que... você vai fazer?
Shuu: Por que tem olhos tão ansiosos?
Yui? Eh... é que me pediu para sentar e depois me empurrou...
Shuu: heheh... Usa a imaginação. Evitar em qualquer momento e lugar é desagradável.
Você quer que eu beba seu sangue... Isso é o que diz seu rosto.
Yui: Realmente...!
(As coisas que diz são cruéis...)
De qualquer modo me solta. Realmente estou com frio, então seu eu continuar aqui...
Shuu: Não para de repetir que sente frio. que grosseria.
Yui: Eu te disse antes, não foi? Que hoje faz frio.
Shuu: Humm... Nn... [beijo]
Yui: Ah... Shuu...!
Shuu: Ei... Entretanto está com frio...?
Yui: Isso ... e
Shuu: Seu corpo está incrivelmente terno... teu rosto esta vermelho...
Yui: E que ... Se você faz essas coisas...
Shuu: Heheh... Desse jeito você deveria ser grata. Agora mesmo.... Não parece que sente nenhum frio...
Yui: Não tenho frio...
( Pelo contrario... Estou quente...)
Shuu...
Shuu: O que?
Yui: Me aqueça... mais. Até sua pele fria esta quente agora...
Shuu: hehe... Está tudo bem matar a aula?
Yui: Não seja malvado.
Shuu: Me quer tanto assim?
Yui: Si-Sim.
( Te quero...)
Shuu: Eh... Então eu farei... Ja que você deseja.
[Batimento forte]
Yui: Tudo bem?.... Falar coisas assim...
( Ah... De novo.... Parece que meu coração... me fez falar contra minha vontade...)
Shuu: O que... Esse rosto tão erótico...
Yui: Esse é o seu caso, não é? Deseja tanto meu sangue... com esses olhos famintos... que me dá calafrios.
Shuu: Heeh... Você disse. deseja que minha presas furem sua pele, não é?
Yui: Hehe...
[Batimento forte]
Yui: Então, por que terminamos com esse desejo mutuo...?
Shuu: Ah... Sim. Vamos, eu vou... beber seu sangue.
Yui: Esta bem... beba-o
( Não só meu corpo... também meu coração... estão quentes...)
( O que há... em meu corpo... de novo... e...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário