sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Subaru Dark Prólogo ~ More Blood


Subaru: Tch ... ... como é irritante.
Você é como uma chamariz. Seja cautelosa, porque na melhor das hipóteses, eu não vou matá-la.
Yui: (... ... Eu estou preocupada com o futuro ... ... esta é realmente a escolha certa)
(Mas essas pessoas de ontem parecem ser perigosas ... ...)
(Então está decidido ... ... Eu devo fazer o meu melhor ... ...!)

-Monólogo-

-- Ficar sozinho
Não há bons sentimentos.
Perturbado por todos
Abusado por todos,
Se eu estou sozinho,
Eu não vou machucar ninguém.
Normalmente, a criança deve ser capaz de falar com a mãe
Tem sido estranho, já há muito tempo,
Há muito poucas coisas que são normais.
Ter o meu nome sendo chamado, ele gritou.
E ouvir aquela voz estridente a cada dia
A voz de alguém me chamando
Ele me enoja muito.
Estar sozinho é bom, é ser obstinado
E assim se repete.
Se eu estou sozinho, então vai tudo ficar bem.

-Flashback; Cena do jardim-

Mordomo: Subaru-sama!? ... ... Subaru-sama!
Subaru: Tch ... ... é chato que você veio ... ...
Mordomo: Ahh, por que você veio aqui? Por favor, retorne rapidamente.
Subaru: O que há de errado com a minha mãe?
Mordomo: Ela só está expressando a "Subaru" ... ... Peço desculpas.
Subaru: Bem... Não importa ... ... Eu estou acostumado com isso.

Mudança -Cena no quarto-

* Som de partir*
Christa: --Subaru! Subaru ... ... onde você foi!?
Empregada: E-ele virá aqui imediatamente, aguarde um pouco ... ...
Christa: Agh ... ... pará-o !! Ajude-me!! Eu ... ... eu .... ...!
Subaru: (... ... suspiro, ela está surtando novamente)
Empregada: ... ... Subaru-sama! Senhora, é Subaru-sama.
Christa: Subaru ... ... !? Ahh, Subaru ... ... por que você foi ... ...
Subaru: Eu sinto muito.
Christa: Haa ... ... Estou feliz ... ... o meu Subaru. Agora é melhor ... ... você apareceu.
Subaru: ... ...
Christa: Eu estou aliviada. Onde diabos você foi? ... ... Eu estava tão preocupada que já nem eu o podia ver ... ...
Subaru: Eu estava apenas no jardim pra respirar um pouco. Eu ... ... não ia a qualquer lugar ... ...
Christa: Mentira ... ... mentiroso ... ...!
Subaru: Mentira ... ..?
Christa: Gah ... ..Não ... eu ... ... eu estou sozinha ... ... Eu odeio ficar sozinha ... ...!
Subaru: Mãe, acalme-se. Eu não estou indo a lugar nenhum.
Christa: É ... eu ... ... Aaahh ... ... eu odeio isso ... ... pare! Eu estou ... ... nojento !!!!

* Tela Vibra *

Subaru: Agh ... ... !?
Christa: Eu contaminado você! Subaru ... ... Eu estou ... ... poluída ... ..não !! NÃO… …!!
Empregada: Senhora ... ...! Por favor acalme-se!
Christa: Pare! Se afaste de mim… …! Eu odeio isso! Tudo!!!!
Subaru: ... ... Agh ... ...

-Monólogo-

Quando você tem uma mãe como essa, você está basicamente sozinho,
Eu certamente gostaria de me tornar livre.
Mas, para mim, Mãe
É impossível para mim deixá-la.
Por outro lado, ela
Considera que estou atormentando-a.
Minha mãe se lembra dele cada vez que ela me vê.
Aquele homem--
Se eu for embora, então ela não vai
Se lembrar dele,
Mãe pode ser melhor assim.
Então, eu deveria abandoná-la para lhe permitir.
Mas, eu não posso.
--Eu sou fraco… …

-Fim de Flashback; Cena na Varanda-

Subaru: ... ... ... ...
Yui: Ah, Subaru-kun ... ... o que você está fazendo aqui?
Subaru: Tch ... ... isso não deve importar para você.
Yui: Eu sinto muito ... ... eu vim para olhar pra você porque desde de ontem que eu não vi você.
Subaru: Não importa onde eu estou, isso não diz respeito a você.
Yui: ... ... Mas, você deve ir para dentro porque está frio aqui fora ... ...
Subaru: Você ... ... quem você acha que você está falando?
Yui: Eh ... ...?
Subaru: Eu não recebo ordens de ninguém. Principalmente ordens de você!

* Som de empurrar*

Yui: ... ... Aah.
(O que há de errado com Subaru-kun, ele está em um humor pior do que o habitual ... ...)
Subaru: ... ... Por que você me escolheu?
Yui: Eh?
Subaru: Apenas me responda!
Yui: Oh, bem ... ... é ... ...
Subaru: Heh ... ... você não pode responder.
Yui: Eu isso… não é que eu não posso ... ...
Subaru: Então, por que você o fez?
Yui: Bem, Subaru-kun será capaz de lidar com essas pessoas, se ele gostar delas ... ...
Subaru: Tch ... ...
Yui: (Eu me pergunto se ele entende ... ...)
Subaru: Irritante ... ...
Isso é bom? Eu tenho um certo limite. É melhor se proteger.
Yui: Sim, mas ... ... obrigado.
Subaru: Tenho certeza que você provavelmente vai se envolver com esses bastardos novamente.
Seja cautelosa para quem deixa chupar seu sangue.
Yui: Eu entendo ... ... eu vou tentar.
Subaru: Tch ... ... é chato. Que se arraste maldito ... ... isto é tudo culpa do maldito do meu pai!
Yui: Seu pai ... ...?
Subaru: Sim ... ... o que é o que eu disse, antes mesmo, ele fez esses tipos de coisas várias vezes.
Yui: Y-yeah ... ... eu ouvi.
Subaru: Todo mundo está apontando para a posição desse cara! Desta vez, e sempre, é por causa dele ... ...
Porra ... ... é sempre, sempre por causa dele ... ...
Yui: Mas, eles estão apontando para mim, não para a família Sakamaki ... ...
Subaru: Não, ele decidiu por si mesmo e foi por causa dele que você está aqui.
Então, é definitivamente tudo culpa dos malditos dos pais!

* Som de empurrar*

Yui: (Subaru-kun ... ... ele realmente odeia seu pai por algum motivo ... ...)
Subaru: O que ... ... há algo que você queira dizer !?
Yui: Bem ... ... sim… Subaru-kun odeia seu pai ... ...?
Subaru: ... ... É óbvio que eu o odeio. Tudo é uma bagunça por causa dele ... ...
Tudo, tudo isso ... ...!
Yui: ... ... ... ...
(O que aconteceu ... ... hoje, Subaru-kun ... ... está ficando mais irritado do que o habitual ... ...)
(Ele sempre fica irritado, mas ele está ficando extremamente irritado com seu pai ... ...)
(Parece haver certas circunstâncias, mas eu não deveria cavar muito profundamente em isso por agora ...)



Autora: Dani [link]

Nenhum comentário:

Postar um comentário