domingo, 20 de novembro de 2016

Yuma Maniac 5 ~ More Blood



Cena: Quarto de Yui
Yui: Ufa ... ... Eu preciso fazer essa lição.
Em seguida é essa e a de história... ...
Yuma: Ei. Você parece estar livre.
Yui: Oh! Yuma-kun ... ...
Yuma: Venha aqui por um minuto.
Yui: Eh? Eu estou livre? Eu estou fazendo lição de casa ... ...

-Tela Vibra-
Yuma: Não me deixe bravo. Hey, venha comigo rapidamente!
Yui: Kya!
Eu entendi! E desde que eu entendi, me coloque no chão! Não me leve no seu 
ombro!
Yuma: Tão barulhenta. Você está gritando bem no meu ouvido. Venha, vamos!
Yui: Ah ... ...!


Cena: Jardim
Yuma: Chegamos.
Yui: Kya!
(Oh, ele me jogou no chão ... ... Ele é sempre tão duro... ...)
Eh? Onde estamos?
Yuma: Estamos no meu campo.
É época de colheita de abóboras.
Agora, se levanta e me ajude rapidamente.
Yui: Eh?
(Eu… …?)

何 を す る か 聞 く → O que fazer (Errada)
ボチャカを持ち上げる → Levante uma abóbora (Certa)

Yui: (Ele disse que era colheita de abóboras, eu preciso levantar isso?)
Nnn ... ..., é pesado ... ...!
Yuma: Pftt, você é idiota?
Yui: Eh?
Yuma: Não há nenhuma maneira que você possa levantar estas abóboras.
Bem, pelo menos você tem motivação.
Eu vou levá-las, você pode usar a foice para cortar os cipós.
Yui: Uh, tudo bem. Entendi… …
(Ele me entregou a foice)
(Bem, acho que é assim, eu suponho ... ...)
Yuma: Porque você ainda está aqui? Vamos se apresse.
Yui: T-tudo bem. Eu entendo.
Yuma: Suspiro, estou com fome. Apresse-se para que eu possa fazer uma 
refeição.
Yui: (Eu não tenho escolha, mas vou ajudar)
(Yuma-kun é tão agressivo, ele sempre foi assim ... ...)

-Depois de um tempo-
Yui: Uh, eu estou cansada.
(Foi a minha primeira vez colhendo abóboras)
(Eu estou toda dolorida, pois me curvei por um longo tempo ... ...)
Er, não há mais abóboras por aqui... ...
Kyaaa!
Yui: (O-que !? Meu pé está preso na vinha ... ...)
O que ... ...! O-o que? N-não! Yuma-kun, me ajude ... ...
Yuma: Hah? Nossa, eu não esperava que a abóbora te atacasse.
Yui: Eh? O que você quer dizer… …?
Yuma: De vez em quando. Os maus espíritos de pessoas mortas gostam de 
entrar nas abóboras.
Yui: Espíritos malignos !?
Yuma: Bem, os espíritos são de baixo nível, no máximo.
Yui: (Como isso é possível ... ...)
Yuma: Mesmo assim, esta é uma bela vista. Estas abóboras têm um bom 
passatempo.
Yui: Tire-me daqui!
(O que devo fazer, as videiras estão enroladas em volta dos meus pés ... ... é 
impossível sair ... ...)
Yuma-kun! Você pode cortá-las?
Yuma: Talvez.
Yui: Eh? Como assim Yuma-kun!?
Yuma: Eu sei. Mas, como você espera que eu corte estas abóboras?
Yui: B-bem, a foice está ali ... ...
Yuma: Você já desistiu? Você foi a única que ficou presa na videira, eu vou 
assistir um pouco mais.
Yui: Isso é desagradável! Yuma-kun, me ajude ... ...!
Yuma: Haha ... ... Ninguém sabe, ninguém virá, não vai parar.
Yui: Uhh ... ...meus pés ... ...! Isso dói… …! Me ajude ... ...!
(Tanto poder ... ...! É doloroso ... ...!)
Yuma: Tch, as abóboras estão se divertindo demais.... ... Como é problemático.
... ... Mesmo assim, essas pernas. Elas têm apelo sexual zero.
Yui: Eh! E-ei ... ...!
Yui: (Yuma-kun agarrou meu outro pé, não posso me mover ... ...!)
Y-Yuma-kun!
Yuma: Tch ... ... sim, sim. Eu vou fazer isso.

-Yuma corta as videiras-
Yui: (. ... ... Que alívio... ...)
(Foi muito doloroso ... ...)
Yuma: Porque você está aliviada?
Sendo apertada pelas videiras, você deixou sair sangue.
Yui: Eh ... ...?
Espera ... ... Yuma-kun?
(Ele está levantando meu pé ... ...!)
Yuma: Agora, eu estou cansado e com muita fome. Dá-me ... ... ... ... MNN
Yui: Nnn ... ...!
(Ele está sugando o sangue do meu pé ... ...!)
Yuma: ... ... ... ... Haa Assim como eu pensei. Ele fica mais doce ... ...
Heh heh, como é ser pendurada por essas videiras?
O prazer é realmente a sua fraqueza ... ... ... ... Nngh Mn, Ngh ... ...
Yui: Tal coisa .... …isso não é verdade… …!
(Eu quero dizer-lhe para parar ... ...)
(Eu não posso pensar claramente ... ...)
Yuma:  Heh, realmente. É uma excelente vista ... ... [Acho que ele está se 
referindo a calcinha da Yui]
Yui: (Alguém, me ajude ... ...!)


Autora: Marina Victoria [Link]

Nenhum comentário:

Postar um comentário