quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Yuma Maniac 10 ~More Blood


Cena: Horta
Yui: (Eu tenho certeza que ele me disse ontem para ajudá-lo a colheita de hoje, bem ...)
(... ... Yuma-kun não está aqui. Eu devo ter vindo antes dele. Eu acho que é melhor esperar por ele)
(No entanto ... ... é uma horta incrível, não importa como você olha. Eu ainda não consigo acreditar 
que Yuma-kun fez isso)
(Tomates, abóboras, batatas doces ... ... e ali é um repolho. Há uma variedade tão grande)
(... ... Agora que eu vi, não há flores naquele campo)
(Eu sou uma espécie de curiosa, que flores são aquelas? Elas ainda estão brotando ... ...)
Yuma: Você finalmente chegou.
Yui: Oh, Yuma-kun.
Yuma: Como é chato. Você veio mais tarde do que eu, parece que eu preciso puni-la com os legumes.
Yui: Eh .. ...

野菜 Se for pequenos legumes [Masoquista]
Yui: Eu gostaria você parasse de dizer essas coisas, mas se for pequenos legumes... ...
Yuma: Nossa, que ideia estranha. Mas isto se tornou um hábito, certo?
Yui: Não!

もうやめてよ  Pare já [Sádica]
Yui: Eu quero que você pare com isso agora... ...
Yuma: Hah?
Yui: (Uh, ele está com raiva ... ...)
P-porque é ... ... doloroso e chato ... ...!
Yuma: Heh, a dor pode ser uma recompensa para você.
Yui: (Não em tudo ... ...!)

Yuma: De qualquer forma, por que você estava fazendo essa cara estúpida mais cedo?
Yui: Eu estava olhando para estas flores.
Elas estão plantadas sozinhas nesta horta. Eu tenho curiosidade... ...que flores são estas?
Yuma: Rosas. Está na fase de floração.
Yui: Eu pensei que você iria plantar rosas para o jardim. Por que na horta?
Yuma: ... ... Elas são um memorial para eles.
Yui: Memorial?
Imagem [Ahh... Eu morro ainda hoje... To levando tiros aqui...]



Yuma: Para meus amigos que morreram. É tarde demais, mas eu só queria dizer adeus a eles.
Yui: Seus amigos ... ... os da favela? Todos eles morreram ... ...?
Yuma: Eles foram baleados pelos militares.
Yui: Militar?
Yuma: Foi no momento em que o Golpe de Estado estava acontecendo. [Golpe de Estado é 
basicamente uma derrubada.]
Yui: Havia uma guerra ... ..?
Yuma: Uma guerra ... ... algo assim. Estávamos lutando contra os militares e do país.
Isso não era o nosso único problema, havia gangues de outras cidade lutando contra nós.
Competindo por território, se vingando daqueles que foram mortos ... ... Bem, não há mais razões.
Naquele dia ... ... Eu estava indo para a cidade.
Mas havia outros grupos, nem mesmo os nossos inimigos, não chegaram naquele lugar.
Os cidadãos que causaram o Golpe de Estado
foram esmagados pelos tanques e forças militares.
Nós armando nós mesmos, a fim de proteger, mas foram derrubados imediatamente, sem perguntas, 
meus amigos morreram rapidamente.
E não terminou. Eu ainda guardo rancor contra esses covardes repugnantes.
Mas, agora que penso nisso, isso estava prestes a acontecer.
O ambiente, o país, o tempo, todos eram ruins. Mas, o país continua a ser o mesmo, em qualquer 
momento dado.
Enquanto esses tipos de caras estão construindo esse ambiente, o mundo não vai mudar.
Então ... ... esses caras precisam ser derrotados, até o momento em que eu mudar este mundo.
Yui: (Mudar o mundo ... ... ?)
Yuma: ... ... ... ...
... ... Eu quero auto-satisfação no final. Eu sou o único que sobreviveu, sofrendo de culpa por 
sobreviver.
Yui: (... ... Ainda assim, como é que Yuma-kun se tornou um vampiro)
(Se ele se tornou um vampiro, ele ira continuar vivendo ... ... qual poderia ser a razão?)
Yuma-kun, posso perguntar uma coisa?
Yuma: O quê?
Yui: Yuma-kun ... ... por que você se tornar um vampiro?
Yuma: ... ... ... ...
... ... Bem, você não precisa saber.
Fim da imagem [To chorando aqui...]
Yuma: Enfim! Vamos acabar a conversa e me dar uma mão!
Vai ser incômodo se o sol se põe.
Yui: Ah,sim,sim.
Yuma: Hoje, nós colheremos as batatas. Vamos começar.
Yui: ... ... ... ...

Monólogo
Yuma-kun ... ... ele,
Queria morrer com seus amigos.
Ou talvez não.
Seus olhos ainda estavam olhando para os botões de rosa
Parecia que a solidão  estava consumindo ele,
Eu, de alguma maneira, pensava assim.
Quando estas rosas florescerem, Yuma-kun.
O que ele pensa?
Com isso em mente, há um pouco de dor no meu peito.


Autora: Marina Victoria [Link]

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Kkkk
      Estou igual a você.
      Quando eu traduzo essa rota recebo muitos tiros no meu Core.

      Excluir